ok
vasp
Início » Posicionamento no Mercado

A Vasp tem, ao longo da sua existência, desenvolvido uma cultura e um perfil em muito explicável pelas circunstâncias associadas ao seu surgimento e posterior desenvolvimento enquanto empresa de referência no mercado em que actua.

O facto de nos seus accionistas de referência terem desde sempre figurado entidades ligadas ao mundo da Imprensa e de terem definido como principal objectivo garantir no mercado uma solução de elevada qualidade na Distribuição de Publicações, foi desenvolvendo na Vasp uma filosofia orientada para a Distribuição como factor de alavancagem das vendas.

As economias de escala, imprescindíveis para garantir um elevado ní­vel de eficiência de utilização de recursos, foram progressivamente ditando a necessidade da VASP ganhar volume crítico para responder a um mercado cada vez mais exigente, quer pela sua crescente complexidade, quer pela progressiva democratização no acesso ao consumo, tanto a nível social, como a ní­vel geográfico.

Como forma de dar a necessária confiança e motivar o reforço do portfólio de publicações dos mais diversos Editores, a Vasp foi garantindo cada vez maior autonomia face ao negócio Editorial dos seus Accionistas, desenvolvendo uma cultura interna de prestação de serviço a todos os clientes, indistintamente, nivelado pela fasquia mais elevada, proporcionando a eficiência que a escala e a partilha de recursos permite, mas simultaneamente conseguindo enquadrar as especificidades de cada projecto com soluções adequadas.

O ponto de chegada actual da Vasp é de uma organização consciente das inúmeras oportunidades de melhoria que existem para, em processo contí­nuo, continuar a explora-las, com vantagens para toda a cadeia de valor do negócio das publicações e, é em última instância, para os consumidores dos produtos que distribui.

O Sistema da Qualidade em que assenta o seu funcionamento (e que em Junho de 2000 nos colocou como a única Distribuidora de Publicações em Portugal a ostentar as insígnias da respectiva Certificação) constitui o suporte a partir do qual vamos ganhando, interna e externamente, a confiança daqueles com quem nos relacionamos, e uma plataforma que nos permite enquadrar metodologicamente a acção diária e o desenvolvimento estratégico do nosso negócio.

Acreditamos que o futuro da imprensa escrita reserva desafios tão difí­ceis como apaixonantes. Difíceis devido à rapidez que a mutação tecnológica e os hábitos de consumo infundem no negócio das publicações em suporte de papel. Tão apaixonante por sentirmos que estamos todos envolvidos numa época de transição, em que nada ficará como antes do advento da internet, mas que ainda não nos parecem totalmente claros os contornos da nova ordem das coisas.

No contexto da Indústria de Conteúdos escritos, os projectos com as presenças mais interessantes na web, em Portugal como Internacionalmente, têm convivido em paralelo com as edições em papel que se sentem hoje cada vez mais maduras e com todas as condições para continuar o seu desenvolvimento sustentado. Tal evolução permite-nos acreditar que a função das Distribuidoras de publicações, em permanente enriquecimento, não só continuará a ser necessária como constituirá uma condição indispensável para alavancar o sucesso dos projectos editoriais.

A par da evolução global a que todos temos assistido, as condições particulares do nosso país permite perspectivar que o crescimento do consumo de jornais, revistas e outros produtos editoriais continuará a fazer-se sentir à medida que o avanço da literacia e da consciência dos direitos de cidadania continuarem a alimentar a necessidade de mais e melhor informação e entretenimento, nomeadamente, em formato de papel.


     Imprimir   Voltar  Topo
PT Sistemas de Informação
Copyright @2008 Vasp Todos os direitos reservados